12/07/2011 7:27 pm

AGED leva Educação Sanitária para a 43º Expoimp

aged leva educao sanitria para a 34 expoimpAs ações desenvolvidas pela Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) em todo o estado do Maranhão têm chamado a atenção não só dos adultos, mas também das crianças que participam da 43ª Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp).

 

aged leva educao sanitria para a 34 expoimpAs ações desenvolvidas pela Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) em todo o estado do Maranhão têm chamado a atenção não só dos adultos, mas também das crianças que participam da 43ª Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp). A exposição de um quadro com 14 morcegos empalhados, representando seis espécies, desperta a curiosidade do público, que enche de perguntas os técnicos da Aged.

“No mundo existem mais de mil espécies de morcegos e neste quadro estão as principais capturadas no Maranhão. Utilizamos essa ferramenta para falar sobre o Programa de Raiva em Herbívoros, desenvolvido pela Aged, que consiste no controle populacional dos morcegos, principalmente os hematófagos, que se alimentam de sangue dos animais e humanos”, explicou a coordenadora de Educação Sanitária e Comunicação da Aged, Fernanda Albuquerque.

Além dos morcegos, o estande da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e Aged destacou um espaço especial para a divulgação do Projeto “Fazendo Educação”, voltado para crianças do Ensino Fundamental e executado por meio de palestras, paper toy (figuras que são pintadas pelas crianças) e teatro de fantoches, com a encenação de peças que abordam temas como o combate a febre aftosa, uso correto de agrotóxicos e raiva em herbívoros.

Nesta sexta-feira (8), o estande recebeu uma turma de 50 crianças das Escolas Peniel e Laurentino Pereira Mota, que participam do Projeto “Um dia com a Cavalaria”, desenvolvido pelo 2º Esquadrão de Polícia Montada de Imperatriz. Executado há cerca de um mês, o projeto leva crianças da Educação Básica e Fundamental de escolas da rede pública municipal de Imperatriz para atividades dentro do quartel da cavalaria da PM.

“Lá, as crianças montam a cavalo e fazem passeios monitorados.  Também aproveitamos para inserir, de forma lúdica, noções de civismo, moral e cidadania”, explicou o capitão Anderson Barbosa Lima, um dos coordenadores do projeto.

Durante a apresentação do teatro de fantoches no estande da Sagrima/Aged, as crianças ouviram atentas as orientações sobre a incidência de raiva em animais e humanos, e sobre as formas de prevenir o contágio.

Conhecimento

O secretário Cláudio Azevedo participou da ação e destacou a importância da educação sanitária para meninos e meninas. “A maioria dessas crianças é filha de produtores rurais e a melhor maneira de orientar os pais é através dos filhos. As crianças aprendem e levam o conhecimento para casa, tornando mais fácil a sensibilização dos adultos”, declarou o secretário.

O pequeno Eduardo Veloso, 9 anos, aluno do 5º ano da Escola Peniel, disse que não sabia que os morcegos podiam pegar raiva. Seu colega de passeio, Janderson Augusto Valadares, 11 anos, lembrou: “Se a gente for mordido por um morcego tem que lavar com água e sabão e procurar um hospital”, explicou.

 

Segundo o sargento Veloso, outro coordenador do projeto “Um dia com a Cavalaria”, a expectativa é que até o final da exposição – no domingo (10) -, cerca de 150 crianças tenham participado das ações no Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva.

Fonte: SAGRIMA

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI