31/10/2012 2:54 pm

AGED e Ministério Público fazem fiscalização em matadouro

Aged e Ministério Público de Balsas realizam fiscalização e inspeção no Matadouro Público Municipal de Balsas

 ao balsasao balsas.2

A unidade regional da Aged de Balsas, recebeu denúncia que em média 80% dos animais que chegavam ao matadouro público municipal de Balsas estavam entrando sem a GTA.
Para averiguar a denúncia, a regional de Balsas montou uma operação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, no intuito de coibir essa prática. Para tanto, foi efetivada no dia (18) de novembro, uma operação durante todo o dia na BR 230, contemplando o trecho por onde chegam os animais com destino ao matadouro, sendo que durante todo o dia nenhum caminhão boiadeiro foi abordado com destino ao matadouro municipal, isso se deu pela facilidade de comunicação existente na região fazendo com que todos os veículos boiadeiros irregulares não circulassem.

 

 

Aged e Ministério Público de Balsas realizam fiscalização e inspeção no Matadouro Público Municipal de Balsas

 ao balsasao balsas.2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A unidade regional da Aged de Balsas, recebeu denúncia que em média 80% dos animais que chegavam ao matadouro público municipal de Balsas estavam entrando sem a GTA.
Para averiguar a denúncia, a regional de Balsas montou uma operação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, no intuito de coibir essa prática. Para isto, foi efetivada no dia (18) de novembro, uma operação durante todo o dia na BR 230, contemplando o trecho por onde chegam os animais com destino ao matadouro, sendo que durante todo o dia nenhum caminhão boiadeiro foi abordado com destino ao matadouro municipal, isso se deu pela facilidade de comunicação existente na região fazendo com que todos os veículos boiadeiros irregulares não circulassem.

Tendo em vista essa dificuldade e as péssimas condições do matadouro, onde não existe um portão para barrar os veículos, muito menos segurança que possa exigir e receber a GTA, dentre outros problemas, a Aged-Balsas procurou ajuda junto ao Ministério Público, para que desse um apoio, no sentido de respaldar ainda mais a legislação já existentes sobre o assunto. Assim, no dia (22) de outubro, compareceram ao matadouro municipal de Balsas, o Chefe da Unidade Regional da Aged, Diego Amaral, a Inspetora da Aged Dra: Cleide Celma e a Promotora de Justiça de Balsas Maria Dailma de Melo Brito, realizando toda a inspeção do estabelecimento , e posteriormente, a equipe dirigiu-se à sede do Ministério Público, para reunião com a equipe da Aged e mais tarde, com a presença do Secretário Municipal de Agricultura do Município de Balsas.
A Promotora de Justiça, emitiu documentos ao Secretário no sentido de solucionar imediatamente os problemas que vêm causando transtornos à fiscalização da Aged, ou seja, a exigência imediata de um portão para restringir o acesso a veículos não autorizados, a presença de guardas municipais, para garantir o recebimento da GTA e reprimir ameaças aos funcionários, bem como exigir a presença dos veterinários para acompanharem a matança dos animais, fato esse que não vinha ocorrendo. “Nesse sentido o Ministério Público ficou a disposição da Aged, para continuarmos promovendo ações que venham melhorar cada vez mais a qualidade dos alimentos ofertados à população do nosso estado”. Afirma Diego Amaral.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI