5/11/2012 1:47 pm

AGED participa do X ENEL, em Imperatriz

O X ENEL encerra com sucesso e tem recorde de participação

 

Encerrado dia 26 de outubro, o 10° Encontro Nordestino de Leite e Derivados (ENEL), que aconteceu,nos dias 24, 25 e 26, no centro de convenções, em Imperatriz.

A solenidade de encerramento do evento contou com a presença do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, de representantes do Sebrae, Aged e demais parceiros e convidados.

 

O X ENEL encerra com sucesso e tem recorde de participação

gedc4805gedc5004gedc4781

 

 

Encerrado dia 26 de outubro, o 10° Encontro Nordestino de Leite e Derivados (ENEL), que aconteceu,nos dias 24, 25 e 26, no centro de convenções, em Imperatriz.

A solenidade de encerramento do evento contou com a presença do prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, de representantes do Sebrae, Aged e demais parceiros e convidados.

O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, enfatizou o sucesso do X ENEL, com a participação de mais de 2 mil pessoas, já no segundo dia, somente nos cursos de capacitação, superando todas as expectativas. “Imperatriz está de parabéns e demonstrou que está preparada para receber um evento desta natureza, que pela primeira vez aconteceu fora de uma capital”. Destacou o prefeito.

O evento foi divulgado em Marabá(PA), Jaguaribe (CE), Natal(RN), Sousa (PB), Recife(PE) e Batalha (AL). Foram feitas visitas aos estados de Sergipe, Bahia, Piaui, Tocantins e Goiás .

Objetivo

O Enel foi destinado a produtores rurais, indústrias de laticínios, empresários, fornecedores de máquinas e equipamentos, queijarias artesanais, estudantes, empresas especializadas, instituições e consumidores interessados pela temática.

O evento, que tem foco em inovação, tecnologia, gestão de negócios e mercado, foi criado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em 2003, para ser um espaço de discussão para a melhoria contínua da qualidade do leite e derivados produzidos na região nordeste.

O Enel teve como principal objetivo disseminar conhecimento e inovar a bacia leiteira na região nordeste. Além disso, o evento buscou aproximar os elos da cadeia produtiva do leite no intuito de gerar ambiente de negócios.

Programação

A programação deste ano abordou as cadeias de Bovinocultura de Leite, Caprinocultura e Bubalinocultura de Leite, por meio de palestras, oficinas, clínicas tecnológicas, mesas-redondas, painéis, exposição de raças leiteiras.

O evento contou com o espaço do Cine Produtor, onde a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão(Aged), órgão veiculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), fez sua participação com a exibição de um vídeo sobre o papel da Aged na cadeia produtiva do leite e ainda com palestras ministradas por técnicos do órgão, abordando os seguintes temas: “Riscos na aquisição e consumo de leite e derivados não inspecionados”, ministrada pela Fiscal Alessandra Lima; “Qualidade microbiológica e físico química de leite e derivados registrados no serviço de inspeção estadual”,ministrada pela fiscal Aline Brito;”Ações desenvolvidas pelo programa de controle e erradicação de brucelose no MA”, pela fiscal Sonizete Santanae “Requisitos para registro de estabelecimentos de leite no órgão de inspeção oficial”,pela médica veterinária da inspeção , Maria de Lourdes Borges.

Na palestra, “Ações desenvolvidas pelo Programa de Controle e Erradicação de brucelose no Maranhão”, a técnica Sonizethe Silva Santana, do Setor de Tuberculose e Brucelose, abordou a problemática, reforçando que o Governo do Estado está trabalhando nos municípios com o objetivo de acompanhar as ações em outras unidades federativas no que diz respeito ao combate à doença. Todas as palestras tiveram capacidade máxima de lotação.

O diretor geral da Aged, Fernando Lima, falou da importância da participação da Aged no ENEL. ” Foi um prazer participarmos como parceiros neste grande evento, que foi um sucesso e rendeu oportunidades de negócios, conhecimentos de novas tecnologias, esclarecimentos e discussão sobre o combate à clandestinidade, para produtores do Maranhão e outros estados do nordeste. Serviu também para esclarecer junto aos participantes da cadeia produtiva do leite, que a solução e o sucesso para o combate a clandestinidade não está apenas numa regulamentação de procedimentos flexíveis, para a industrialização de forma artesanal dos produtos lácteos, por parte da AGED. A solução está na união de esforços entres as instituições publicas e privadas, cada uma atuando efetivamente no que lhe diz respeito”. Esclareceu o diretor.

Ainda aconteceram as Olimpíadas do empreendedor, onde o participante pôde obter, respectivamente, conhecimento técnico sobre as cadeias produtivas que pautaram o evento e noções sobre empreendedorismo.

Na solenidade de encerramento, foram premiados laticínios inscritos no concurso de produtos lácteos regionais, com troféus para primeiro, segundo e terceiro lugares. Os colaboradores e parceiros também foram homenageados com a entrega do troféu “Amigo do X ENEL”. A Sagrima e Aged, foram representadas na solenidade de recebimento do troféu, pela diretora de defesa e inspeção sanitária animal, da Aged, a fiscal agropecuária ,Margarida Prazeres.

Destaques

A programação também destacou encontro de negócios, uma vitrine de produtos lácteos- com a participação de 12 indústrias de laticínios com atuação nacional, regional e local.

A rodada de negócios foi o grande destaque, com empresários fechando negociações que ultrapassaram 1 milhão de reais.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI