9/05/2013 10:45 am

Unidade Regional da Aged de Chapadinha faz lançamento da Campanha contra Febre Aftosa

 

lançamento campanha chapadinha.3lançamento campanha chapadinha

 

A unidade Regional de Chapadinha, da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Estado do Maranhão,(AGED) órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima), realizou na manhã desta terça-feira ( 07 ), a abertura da campanha de combate a febre aftosa.

Dando  início aos trabalhos, os servidores da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão realizaram uma palestra informativa sobre o que é a doença, para produtores da região e vendedores da vacina.

Estiveram presentes, além do Chefe da Unidade Regional de Chapadinha, José Ivo Souza Cruz e do Veterinário da Unidade Local, Ricardo Alexandre Castelo Branco, a prefeita do município, Maria Ducilene Pontes Cordeiro, o secretário de agricultura, Carlos Borromeu,   várias autoridades e lideranças comunitárias. 

Na oportunidade a prefeita, Maria Ducilene Pontes Cordeiro, destacou que não são apenas os grandes produtores que devem ficar atentos à vacinação, mas os pequenos produtores também devem ficar atentos aos prazos para evitar prejuízos com a morte dos animais e assim fortalecer a economia local.

 “Os pequenos produtores também devem vacinar seus rebanhos, pois o prejuízo deles reflete na economia local. Para evitar focos da aftosa em nossa região é preciso vacinar e comprovar a vacinação e assim todos ganham: o produtor que terá a certificação de vacinação e o Estado que poderá comercializar a carne sem sanções econômicas”, disse a prefeita. 

 De acordo com o gestor da Regional da Aged em Chapadinha, José Ivo Souza Cruz ,o Maranhão caminha para a classificação de área livre de aftosa com vacinação. “E isso se deve a adesão de todos na campanha, que é realizada duas vezes por ano, no mês de maio e a segunda etapa no mês de novembro”. Explicou Ivo.

 A  primeira etapa da campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa se iniciou no dia 1º de maio em  todo o estado do Maranhão. Nesta primeira etapa da campanha, deverão ser vacinados cerca de 7,5 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos, em todos os 217 municípios do Maranhão.

 Essa será uma campanha decisiva, porque será marcada pelo reconhecimento nacional de zona livre de febre aftosa para o Maranhão. Mas, é muito importante ressaltar que o reconhecimento de zona livre não isentará os criadores da obrigação da vacinação contra a doença.

 A Aged também destaca que das 18 regionais no Estado, Chapadinha ocupa o 10º lugar na cobertura da vacinação. E a meta agora é atingir os 100% do rebanho. E esclarece ainda que, além da vacinação, outra medida importante é a exigência da Guia de Trânsito Animal (GTA) e todas as documentações zoosanitárias, pois elas são a garantia da origem e da saúde animal

 A vacinação vai até o fim desse mês. Os produtores podem procurar as lojas credenciadas para a comercialização da vacina, aplicar a dose e procurar a AGED para comprovar a vacinação. O produtor tem até o dia 15 de junho para apresentar a documentação.

O produtor Valton Marques Bacelar, que participu da palestra, conta que há mais de vinte anos cria gado na região e nunca deixou de vacinar os seus animais e que se depender dele a aftosa não volta mais.

“ Eu crio gado há muitos anos nessa região e nunca deixei de vacinar os animais. Gosto do que faço e sei de minhas responsabilidades. A partir desse semana já vou começar a imunizar o gado e se depender de mim a aftosa não volta mais”, disse o produtor. 

 

 

 

 

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI