12/12/2013 5:14 pm

AGED realiza treinamento sobre o Sistema Integrado de Controle do Comércio de Agrotóxicos

G

A Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), através do seu  Departamento de Defesa e Inspeção Vegetal, realizou um treinamento sobre o Sistema Integrado de Controle do Comércio de Agrotóxicos e Afins (SICCA), nos dias 10 e 11 de dezembro, na sede da Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Maranhão.

Objetivo

O treinamento foi direcionado a Fiscais Agropecuários da AGED e donos de estabelecimentos, que comercializam agrotóxicos, com o objetivo de capacitá-los para um maior controle de estoque a ser implantado no estado. Por se tratar de um produto tóxico para o homem, animais e meio ambiente, o agrotóxico exige cuidados especiais na sua armazenagem, comercialização e uso, podendo ser adquirido somente com a apresentação da receita agronômica, emitida por profissional legalmente habilitado.

O treinamento foi ministrado pelo analista de sistemas do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Bruno Silva Câmara, criador do SICCA. Será possível depois da implantação do sistema um controle total de todo o estoque que entrou no estado, através da importação da movimentação das notas fiscais e do estoque das revendas. O Sicca substitui o antigo Sistema de Controle Semestral de Agrotóxicos (Sisagro) e tem como objetivo monitorar o comércio e o uso de agrotóxicos, tendo por base informações que propiciem um diagnóstico sobre a realidade dessas atividades no Estado de forma mais ágil e segura.

Pelo antigo sistema, o procedimento era realizado de maneira mais burocrática, com a necessidade de se baixar um programa para enviar o relatório de controle de agrotóxicos. O Sicca é um software desenvolvido exclusivamente pelo IMA e proporciona relatórios mais detalhados, com dados específicos de cada município e estabelecimento comercial, o que consequentemente, garante um maior controle e confiabilidade no armazenamento das informações. “O resultado do trabalho veio pelo esforço e o apoio da diretoria do IMA, para a conclusão do projeto de implantação do sistema. A ideia principal é compartilhar os conhecimentos com outros estados e no Maranhão,que foi o primeiro a solicitar esse treinamento, não será diferente”. Explicou o analista de sistemas do IMA.

A coordenadora de defesa vegetal da Aged, Filomena Antonia Carvalho, falou da importância deste treinamento. “Será uma ferramenta a mais na fiscalização e que irá nos possibilitar um controle mais eficiente na comercialização de agrotóxicos”. Garantiu a coordenadora.

 

 

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI