28/01/2014 5:46 pm

Aged de Imperatriz realiza blitz móvel na BR 010

 

Blitz Imperatriz

Com o objetivo de coibir a comercialização, transporte irregular de agrotóxicos e combater a entrada de pragas e doenças no estado, fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), realizaram na semana passada uma blitz móvel no município de Imperatriz. A fiscalização ocorreu na BR 010, no Posto da Polícia Rodoviária Federal.

Durante o trabalho da Aged, órgão vinculado à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima) foram fiscalizados cerca de 10.980 quilos de produtos vegetais e 1.192 litros de agrotóxicos, além da apreensão de um caminhão que transportava uma plataforma de corte, vindo da Bahia, com destino ao Pará, sem portar o atestado de desinfestação.

Os fiscais da Aged, André Gonçalves Ferreira e Jean Carlos Silva Teixeira orientaram o condutor a realizar a desinfestação do implemento, mediante a aplicação de hipoclorito de sódio a 2% e obter o atestado da desinfestação junto à Aged.

A desinfestação é uma forma de quebrar o ciclo da proliferação de pragas, como por exemplo, as “nematóides da soja”, que atacam a plantação, causando prejuízos irreversíveis à agricultura. O intuito é evitar que essas pragas, que podem estar vindo de outros estados, proliferem em território maranhense.

A maior parte dos produtos vegetais fiscalizados durante a blitz vinha de Imperatriz, com destino a outras cidades do estado, como Zé Doca, Buriticupu e Bom Jesus das Selvas.

A intenção dos fiscais de defesa e inspeção vegetal da regional da Aged de Imperatriz é de realizar uma blitz móvel por semana ao longo deste ano.

 Convênio

As ações de defesa vegetal desenvolvidas pela Aged no Maranhão ganharam reforço em dezembro do ano passado, quando a governadora Roseana Sarney e o superintendente do Ministério da Agricultura, Antônio José dos Santos firmaram convênio, que prevê uma série de ações e, também, a aquisição de carros e motos para a Aged.

O convênio assinado entre os governos estadual e federal teve como objetivo a estruturação e manutenção do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Vegetal para controle, erradicação e prevenção de ocorrência de praga dos vegetais.

Estão previstas, ainda a prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais, de acordo com a legislação estadual e federal, levantamento fitossanitário da área livre de sigatoka negra, fungo que ataca a banana; o combate ao cancro cítrico – bactéria que atinge as laranjas, tangerinas e limões -, monitoramento da ferrugem asiática, que ataca o plantio de soja e a capacitação de técnicos para a certificação fitossanitária de origem, documento indispensável para o trânsito de vegetais.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI