12/06/2015 2:26 pm

AGED de Balsas fiscaliza chegada do primeiro lote de aves vindas do MS

foto aged balsas

Nos dias 10 e 11 de Junho, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Pecuária (SAGRIMA), deu mais um importante passo no avanço do setor agropecuário do estado, com a sua contribuição junto a um grande empreendimento no setor avícola no sul do Maranhão, na cidade de Balsas.

A granja da empresa Notaro Alimentos, situada a 18 km da sede do Município de Balsas, às margens da MA 006, recebeu as primeiras aves que serão destinadas ao seus matrizeiros e núcleos de produção de ovos.

A empresa, tem sede em Belo Jardim (PE) e atua há dez anos em grande parte do Nordeste, desde 2001, exportando para o Oriente Médio e Ásia. Atualmente, conta com mais de 1.200 funcionários e uma capacidade de produção de 4.000 t/mês. Na região de Balsas serão gerados aproximadamente 1.500 (mil e quinhentos) empregos diretos e cerca de 3.500 (três mil e quinhentos) indiretos até 2016.

A AGED de Balsas, através do Fiscal Estadual Agropecuário e chefe da UVL de Balsas, Karlos Yuri Fernandes Pedrosa e do Chefe do PASA de Balsas, Eugênio Pacelli P. Pires, acompanharam a fiscalização da chegada desses primeiros lotes de animais oriundos do Município de Água Clara, no estado do Mato Grosso do Sul. Nesse processo foi checada toda documentação sanitária envolvendo e-GTA, atestados de sanidade, vacinação contra Marek e linhagens. As aves foram transportadas em 02 veículos totalmente adaptados para esse tipo de carga. No total foram recebidos 56.500 aves, que foram distribuídas nos primeiros 4 núcleos de recria da empresa, conforme programação da granja.

O acompanhamento do serviço oficial veterinário do estado junto à granja, garante uma segurança sanitária ao processo, promovendo ações de controle e prevenção ao ingresso de doenças que possam trazer inúmeros prejuízos ao setor avícola na região e no estado.

Durante a visita foram realizadas coletas de amostras de materiais para diagnóstico e controle de enfermidades conforme prevê o PNSA- Programa Nacional de Sanidade Avícola do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento-MAPA. Todo o processo foi supervisionado pelos técnicos da AGED, juntamente com o Médico veterinário e responsável técnico da granja, Eduardo Brasileiro e a equipe de funcionários da granja.

No total foram coletadas 05 amostras de swab de fezes no fundo das caixas onde são transportados os pintos para controle da salmonelose; 50 pintos mortos também para controle da Salmonelose; 04 frascos de coleta de mecônio em 02 aviários para controle da Salmonelose e, por fim para controle interno da granja, coletadas amostras de sangue de 10 pintos para controle de Mycoplasma gallinarum e Mycoplasma sinovie. Novas coletas de amostras serão realizadas a cada 12 semanas ou de acordo com novos lotes de chegadas de aves, para controle da sanidade da granja conforme prevê o PNSA/MAPA.

“A AGED tem a cada dia intensificado suas ações de defesa agropecuária em todo o estado de forma a blindar todo patrimônio agropecuário maranhense, com vistas à qualidade de vida da população e proteção ao meio ambiente.” Explicou o chefe da UVL de Balsas, Karlos Yuri Fernandes Pedrosa.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI