5/08/2015 4:12 pm

AGED participa do Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura

salão internaciinal

Realizado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), o Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS), aconteceu no período de 28 a 30 de julho, em São Paulo, se atentando à economia e à projeção para os próximos 10 anos. Ampliando o grande sucesso alcançado em 2013, o SIAVS 2015, reuniu todos os elos da cadeia produtiva no maior e mais importante encontro promovido pela ABPA.

O SIAVS recebeu representantes dos mais variados segmentos – do CEO (maior autoridade na hierarquia operacional de uma organização) ao produtor integrado e independente da agroindústria associados à ABPA, passando pelo fornecedor de insumos e equipamentos – além de compradores, políticos, técnicos, pesquisadores, consultores, estudantes das áreas de medicina veterinária, zootecnia e agronomia, economistas e líderes de organizações importantes e outras entidades ligadas ao agronegócio.

O SIAVS contou com uma área de exposição de mais de 10 mil m², com a participação de agroindústrias produtoras de aves, ovos e carne suína, casas genéticas, empresas de equipamentos, fornecedores de insumos, logística, laboratórios, certificadoras e outros segmentos da cadeia de proteína animal. Neste sentido, o Salão oportunizou ações diretas da cadeia, por meio de exposição de produtos e ações que viabilizaram a vinda de compradores e dos produtores integrados.

Consolidado como o grande evento do setor avícola e suinícola, o SIAVS 2015, gerou oportunidades para as agroindústrias produtoras e exportadoras, com ações focadas na visita de responsáveis pelas compras das grandes redes atacadistas e varejistas do Brasil, além da vinda de compradores internacionais, por meio de parceria com a Apex-Brasil.

O evento contou ainda, com uma vasta programação técnico-científica e político-conjuntural, unindo os principais especialistas nacionais e internacionais em grandes debates, juntamente com a realização de projetos especiais voltados para avicultores e suinocultures de vários pólos da produção nacional.  Atrações exclusivas como o Projeto Produtor – voltado exclusivamente para produtores avícolas e suinícolas – completaram a programação.

A fiscal estadual agropecuário da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), Daniela Póvoas Rios, responsável pelo setor de sanidade avícola no Maranhão (PNSA), que representou a AGED no evento, enfatizou a importância da qualificação profissional e da ênfase dada à realização do inquérito soro epidemiológico para Newcastle e influenza aviária, que será realizado em setembro, em todo o país. O inquérito faz parte das medidas de defesa sanitária animal que prevê, entre outras, o controle e a erradicação de doenças.

Influenza Aviária

A influenza aviária (IA) é uma doença(zoonose) altamente contagiosa, transmitida por vírus, que ocorre em aves e menos comumente nos mamíferos, e causa diversos prejuízos relacionados à mortalidade nos plantéis avícolas comerciais.

Newcastle

A doença de Newcastle (DNC) é uma enfermidade viral, aguda, altamente contagiosa, que acomete aves silvestres e comerciais, com sinais respiratórios, frequentemente seguidos por manifestações nervosas, diarréia e edema da cabeça. A manifestação clínica e a mortalidade variam segundo a patogenicidade da amostra do vírus.

 

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI