5/08/2015 10:47 am

AGED realiza treinamento para fiscais agropecuários sobre Inquérito Soro Epidemiológico para Newcastle e Influenza Aviária

Fiscais Agropecuários da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Estado do Maranhão, (AGED\MA) participaram, nesta quarta-feira (5), a partir das 08:00h, do treinamento sobre o inquérito soro epidemiológico para Newcastle e Influenza Aviária, que será realizado até sexta-feira (07), na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), no auditório do prédio do Curso de Medicina Veterinária.

O treinamento está sendo ministrado pelo Profº Dr., Médico Veterinário e Fiscal Federal Agropecuário, Welciton Assunção Alves. “O Brasil hoje é o maior exportador de aves do mundo e nós precisamos ter a garantia para o mercado internacional, mostrando que não temos doença Newcastle e Influenza Aviária. O Ministério da Agricultura junto com as Agências de Defesa dos estados estão fazendo este levantamento a nível nacional, para provar que na avicultura industrial do país não existem essas doenças”. Explicou o palestrante.

De acordo com o presidente da AGED\MA, Sebastião Anchieta, capacitar e treinar os servidores, é um ganho tanto para a AGED, quanto para a comunidade. “Esse treinamento é de fundamental importância para que nós possamos capacitar nosso quadro técnico, fazer o inquérito Soro Epidemiológico tanto da Influenza Aviária, quanto da Newcastle, é necessário para sabermos se realmente o estado estará livre dessa enfermidade.  Com isso,  iremos continuar avançando no processo sanitário do Maranhão”, Declarou o presidente.

Influenza Aviária

            A influenza aviária (IA) é uma doença altamente contagiosa, transmitida por vírus, que ocorre em aves e menos comumente nos mamíferos, e causa diversos prejuízos relacionados à mortalidade nos plantéis avícolas comerciais.

            

Newcastle

           A doença de Newcastle (DNC) é uma enfermidade viral, aguda, altamente contagiosa, que acomete aves silvestres e comerciais, com sinais respiratórios, frequentemente seguidos por manifestações nervosas, diarréia e edema da cabeça. A manifestação clínica e a mortalidade variam segundo a patogenicidade da amostra do vírus.

 

PROGRAMAÇÃO

05/08/2015 (UEMA):

Apresentação:

  • Inquérito;
  • Manual do inquérito;
  • Formulários(parte teórica e prática de preenchimento).

 

06/08/2015 (UEMA):

Teoria e Prática:

  • Colheita de material (soro e swab’s, traqueia e cloaca);
  • Acondicionamento e envio de amostras.

 

07/08/2015 (AGED-MA):

 

Teoria e prática.

 

Observação: Somente pessoal de triagem de amostras e responsáveis pelo PESA.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI