22/04/2016 1:25 pm

Aged coleta amostras para analisar sementes de feijão comercializadas no estado

Equipe da Aged de Balsas acompanha a coleta de amostras

Equipe da Aged de Balsas acompanha coleta de amostras

Na sexta-feira (15), a Unidade Regional de Balsas da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) coletou 16 amostras de sementes de feijão, na fazenda Cajueiro, no município de Balsas. O intuito da coleta é verificar a qualidade e identidade das espécies para que elas possam fazer parte do programa Mais Sementes, da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) do Governo do Maranhão.

Segundo o fiscal estadual agropecuário e chefe da Unidade Regional de Balsas da Aged, Eugênio Pires, foram recolhidas sementes de um mesmo lote, para que formasse uma amostra homogênea, e parte dela foi enviada para o Laboratório de Análise e Sanidade de Sementes do Cerrado (Lascer), em Balsas, enquanto outra fica sob a guarda do fiscalizado para que possa ser usada como prova, se necessário. “A ação visa, principalmente, garantir uma semente de qualidade, que resulta em plantas com boa sanidade e colabora diretamente para o aumento da produtividade”, explicou o fiscal.

Na coleta, foram geradas 05 amostras da cultivar BR 17-Gurguéia e 11 da cultivar BRS Guariba. Uma cultivar é resultado de melhoramento, via combinação de seu próprio material genético, em uma variedade de planta que a torne diferente das demais em sua coloração, porte e resistência a doenças. Atualmente, existem 1.265 cultivares protegidas, no Brasil, cuja responsabilidade é do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa). “A Aged tem a responsabilidade de fiscalizar o comércio, combatendo desta forma, as sementes piratas e garantindo ao produtor que a semente comercializada no Maranhão se enquadre nos padrões mínimos da legislação”, esclarece Eugênio.

Resultado

Após a comprovação da produtividade das amostras, o Governo do Maranhão deve adquirir 125 toneladas de sementes da cultivar BR 17-Gurguéia e 309 toneladas da BRS Guariba, que serão destinadas ao Programa Mais Sementes. A premissa desse projeto do governo estadual é apoiar a produção de itens essenciais na mesa dos maranhenses, por meio da distribuição de sementes.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI