10/05/2016 2:25 pm

Governo e Associação de Avicultores do Maranhão assinam termo de cooperação para fortalecimento da defesa agropecuária

Presidente da Avima, José Augusto Monteiro, presidente da Aged, Sebastião Anchieta, secretário de Agricultura, Márcio Honaiser, e secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, durante assinatura do termo.

Presidente da Avima, José Augusto Monteiro, presidente da Aged, Sebastião Anchieta, secretário de Agricultura, Márcio Honaiser, e secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, durante assinatura do termo.

Como parte das ações do Governo do Estado de incentivo à cadeia da avicultura, foi assinado, nesta terça (10), termo de cooperação técnica, física e financeira entre a Associação de Avicultores do Maranhão (Avima) e as secretarias de Indústria e Comércio (Seinc) e Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), e Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), para fortalecimento das ações de defesa e educação sanitária voltadas para o setor.

O termo prevê investimentos da ordem de R$ 1milhão, em uma parceria entre setores público e privado que, segundo o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, vai consolidar a avicultura do estado. “Parcerias como essa são fundamentais que a avicultura se solidifique e desenvolva seu potencial. Estamos trabalhando em conjunto com outros órgãos do governo, como Seinc e Aged para dar condições ao estado de, nos próximos anos, ser autossuficiente na produção de frangos e, inclusive, ser grande exportador”, ressaltou.

O presidente da Avima, José Augusto Monteiro, explica que o termo colabora com medidas que já haviam sido tomadas pelo governo, como a Portaria Nº 003 da Aged, que disciplina a entrada de aves vivas adultas tipo frango de corte no estado. “A Avima está disponibilizando esses recursos para contribuir com a criação de uma estrutura de apoio para que as portarias funcionem na prática. Esse convênio vem para ajudar os avicultores do estado, para que o setor funcione da melhor forma”, disse.

As principais ações previstas pelo termo são as fiscalizações, por meio das barreiras sanitárias móveis, para coibir a entrada de frangos de outros estados, e a cooperação técnica na área de capacitação, além da construção do primeiro laboratório de saúde animal do estado. “Esse convênio é fundamental para que a Aged possa desenvolver todas as ações de fiscalização com relação à avicultura e trazer benefícios para a avicultura. A parceria vai nos possibilitar ter um laboratório diagnóstico, para que possamos ter cada vez mais certeza no nosso trabalho de defesa agropecuária no Maranhão”, destacou o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.

A assinatura do termo de cooperação, aliada ao Programa Estadual de Sanidade Avícola (PESA/MA) e ao Programa Mais Avicultura, cria ambiência interessante para atração de investimentos e valorização do segmento, como explicou o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo. “Esse termo tem grande importância para esse segmento e para os demais, que observam que esse movimento pode ser repetido em outras cadeias produtivas, contribuindo para a reversão da grande quantidade de produtos que consumimos de outros estados”, frisou.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI