13/05/2016 2:12 pm

Produtores rurais de Davinópolis se engajam em Dia D de Recebimento de Embalagens de Agrotóxicos

recebimento-itinerante-davinópolisNa quinta (12), a Unidade Regional de Imperatriz da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) promoveu o Dia “D” do Recebimento itinerante de embalagens vazias de agrotóxicos, na Secretaria de Agricultura do Município de Davinópolis.

O resultado da participação de 35 produtores da região foi o recebimento de 800 unidades ou 126,6 kg de embalagens vazias. “A princípio, estamos satisfeitos com a devolução realizada, mas, para o próximo ano, o objetivo é aumentar os postos de recebimento e consequentemente o número de embalagens devolvidas”, disse o fiscal agropecuário, André Gonçalves Ferreira.

Antes do dia programado para o recebimento, a Aged realizou atividades de educação sanitária nos povoados Água Viva, Alegria, 1º de Maio e Juçara. Nos eventos, que aconteceram entre 30 de abril e 03 de maio, foram repassadas orientações sobre a legislação dos agrotóxicos (Lei 8.521/2006 e Decreto 23.118/2007) e instalados quatro novos pontos de coleta, para que os agricultores pudessem realizar a devolução das embalagens até o dia 12.

Segundo André Ferreira, a ação, que já é a terceira realizada na Regional de Imperatriz neste ano, visa diminuir a distância entre o agricultor e a Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos, regularizando, dessa forma, a atuação deste produtor. “Nós, que estamos em contato direto com os trabalhadores rurais, vemos a necessidade de mudar os velhos hábitos. Só assim poderemos preservar a saúde do produtor e melhorar o meio ambiente onde ele vive”, declarou o secretário de Agricultura de Davinópolis, Joel Macedo.

Combate ao reaproveitamento

A devolução das embalagens vazias de agrotóxicos é fundamental para a saúde pública e para o meio ambiente. “Essas embalagens seriam descartadas de forma irregular ou reutilizadas para outros fins, causando um grande prejuízo para a população rural do município de Davinópolis”, defende o fiscal André.

De acordo com ele, quando não são devolvidas, as embalagens acabam sendo reaproveitadas para transportar água, transportar leite ou armazenar feijão, entre outros. Esta prática não é encontrada somente em Davinópolis. Em abril, durante fiscalização da Operação Impacto de Trânsito Agropecuário, a Aged apreendeu 200 litros de molho shoyu sendo transportados nesses recipientes.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI