2/06/2016 4:21 pm

Fiscais agropecuários do Amapá recebem treinamento da Aged

Kamilla Vidigal (à esquerda) e Aymoré Fernandes (de azul) com representantes da Defesa Agropecuária do Amapá.

Kamilla Vidigal (à esquerda) e Aymoré Fernandes (de azul) com representantes da Defesa Agropecuária do Amapá.

Dois representantes da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) viajaram ao Amapá para oferecer treinamento de supervisão interna aos técnicos da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Amapá (Diagro), de 16 a 20 de maio. O intercâmbio técnico aconteceu após a indicação do serviço veterinário estadual da Aged pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Em agosto de 2015, a Agência realizou um treinamento semelhante com a equipe técnica da Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima (Aderr), também a convite do Mapa. “A realização de supervisões nos escritórios de atendimento constitui uma forma eficaz de monitorar, avaliar e padronizar as ações administrativas, técnicas e operacionais do sistema de defesa agropecuária”, comentou a responsável pelo setor de supervisão técnica em defesa agropecuária, Kamilla Figueiredo Vidigal, que participou do intercâmbio juntamente com o coordenador de Defesa Agropecuária, Aymoré Fernandes.

De acordo com Kamilla, na última auditoria do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), no Amapá, foram encontradas deficiências nas realizações das supervisões internas pela equipe da Unidade Central da Diagro. “Este treinamento foi uma forma de capacitar os técnicos da Diagro a realizarem periodicamente as supervisões de modo eficiente e programado”, explicou.

Durante os cinco dias de intercâmbio técnico, foram repassadas orientações sobre abordagem nas supervisões e análises de dados, bem como sobre ações e procedimentos estratégicos para melhorar o controle e adequar as atividades realizadas em campo. “Esta capacitação é mais um apoio que a SFA/AP, através da Coordenação de Febre Aftosa em Brasília, vem dando à Diagro para que seus técnicos sejam capacitados, desenvolvendo ações para avançar no atual status para febre aftosa no Amapá”, defendeu o chefe do Serviço de Saúde, Inspeção e Fiscalização Animal da Superintendência Federal de Agricultura do Amapá (SFA/AP), Adriano Benicio Valadares.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI