19/07/2016 9:08 am

Fiscalização de pragas beneficia cultura do Abacaxi em Turiaçu

Agrônomo da Aged durante levantamento fitossanitário no povoado da Serra dos Pais, em Turiaçu.

Agrônomo da Aged durante levantamento fitossanitário no povoado da Serra dos Pais, em Turiaçu.

Segundo dados da Diretoria de Defesa e Inspeção Vegetal, de 2002 a 2015, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), com o apoio do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou 92 levantamentos fitossanitários de detecção de pragas para identificar a presença do fungo Fusarium subglutinans nas propriedades rurais produtoras do abacaxi de Turiaçu.

A região, cujo abacaxi pode ser elevado às categorias de Bem Cultural do Maranhão e de Bem Imaterial do Brasil após a aprovação Projeto de Lei nº 240/2014, conta com 80 propriedades produtoras, que representam 100 hectares de área cultivada. “A cultura do abacaxi vem recebendo atenção especial da Aged, especialmente em Turiaçu, pela possibilidade do reconhecimento da variedade como nativa da região e para assegurar a sanidade da cultura, mantendo-a livre de pragas e doenças”, destaca o diretor de Defesa e Inspeção Vegetal, Roberval Raposo.

Nos levantamentos fitossanitários sistemáticos que realiza, a Agência está atenta à detecção da fusariose na cultura do abacaxi. Esta doença, que provoca podridão nos frutos, infecta as mudas e pode causar perdas superiores a 80% da produção, é a mais importante da cultura do abacaxi no Brasil, encontrada em quase todas as regiões produtoras do país, incluindo o Maranhão.

Em 2011, a Aged interditou uma propriedade, em Turiaçu, que estava com o plantio de abacaxi pérola infectado pelo fungo. No entanto, a praga não se ampliou às lavouras do célebre abacaxi de Turiaçu. “Durante as fiscalizações, temos concluído que a fusariose ainda não causa prejuízos significativos às lavouras de Turiaçu, onde é cultivada uma variedade nativa diferenciada das demais existentes no mercado. Mas é preciso estar atento e continuar realizando a fiscalização”, explicou o Coordenador de Defesa Vegetal, Hamilton Cruz.

Mais produção

Além de contar com a defesa vegetal da Aged, o abacaxi de Turiaçu é uma das cadeias produtivas incentivadas pelo governo estadual, através do Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (Sepab), coordenado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima). Pelo programa Mais Produção, foi realizada uma chamada pública de agricultores familiares e foram adquiridos um trator, equipamentos e implementos agrícolas para beneficiar a produção do município.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI