14/09/2016 12:05 pm

Governo apresenta programa sanitário de aquicultura para piscicultores familiares na Semana do Pescado

Na tarde da segunda (12), cerca de 50 piscicultores participaram das palestram que marcaram o primeiro dia da Semana do Pescado.

Na tarde da segunda (12), cerca de 50 piscicultores participaram das palestras que marcaram o primeiro dia da Semana do Pescado.

Com produção semanal de aproximadamente 20 toneladas de peixes, os produtores da Associação de Piscicultores de Itans são um grande exemplo do potencial maranhense no fornecimento de pescado. Para reduzir perdas nos criatórios e colocar a aquicultura maranhense em um patamar de excelência para o mercado interno e externo, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), por meio da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), ofereceu palestras sobre o Programa Nacional de Sanidade de Animais Aquáticos de Cultivo (Aquicultura com Sanidade) para piscicultores familiares da comunidade Itans, em Matinha, na segunda (12).

Auxiliados por engenheiros de pesca e responsáveis técnicos com o objetivo principal de expandir a produção, os piscicultores também terão que se adequar às práticas sanitárias instituídas pelo governo federal, na Instrução Normativa Nº 04/2015, do extinto Ministério de Pesca e Aquicultura (MPA), a partir de 2017.

“O programa do Ministério de Pesca institucionalizou, de forma inédita, os cuidados sanitários que se devem tomar na aquicultura. Já existem estudos científicos comprovando que o manejo incorreto na produção de peixe em cativeiro pode causar doenças nos animais e até provocar a sua morte. Já existem relatos de piscicultores que perderam toda a sua produção da noite para o dia”, explicou o engenheiro de pesca da Aged, Hélio dos Santos Junior.

Para preparar técnicos e produtores maranhenses para as novas normas, a Aged está promovendo palestras e treinamentos. As palestras “Aquicultura com Sanidade”, “Trânsito de pescados” e “Registro de Agroindústria Familiar, Pequeno Porte ou Artesanal” foram ministradas como parte da programação da Semana do Pescado (12 a 18), promovida pela Sagrima, para um público de 50 pessoas na Associação dos Piscicultores de Itans. “Queríamos mostrar que eles podiam dar um segundo passo na atividade, não só comercializar o pescado in natura, mas beneficiá-lo para agregar valor ao produto”, defendeu a veterinária Tânia Maria Duarte.

Programa Inovador

Quando aprovado, o programa Aquicultura com Sanidade foi apontado como o mais amplo e inovador já lançado pelo extinto MPA. Até 2014, o governo federal havia aprovado quatro iniciativas, mas que não contemplavam todo o setor.

Algumas das novidades do programa são as regras para a manipulação de peixes durante a despesca (retirada dos peixes dos ambientes de cultivo), para o trânsito de animais aquáticos no estado de origem, entre estados ou quando destinados à exportação ou importação, além da orientação sobre as formas de notificação de suspeitas de doenças.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI