3/11/2016 10:58 am

Curso da Aged ensina técnicas para reduzir o uso de agrotóxicos no cultivo de grãos

Coordenadora de Inspeção Vegetal da Aged, Filomena de Carvalho, fala durante a abertura do curso em Chapadinha.

Coordenadora de Inspeção Vegetal da Aged, Filomena de Carvalho, fala durante a abertura do curso em Chapadinha.

Como parte das ações educativas da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged/MA), mais de 70 pessoas participaram do III Curso de Tecnologia de Aplicação de Agrotóxicos e Manejo Integrado de Doenças, Pragas e Plantas Daninhas, de 25 a 27 de outubro, no Sebrae de Chapadinha.

O treinamento, oferecido por meio de parcerias com a Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Defesa Vegetal (Sindveg) e o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), foi direcionado para estudantes de agronomia, mestrandos e doutores em Agroecologia, produtores rurais, fiscais agropecuários, técnicos agrícolas e profissionais liberais da região de Chapadinha.

“A escolha de Chapadinha se deveu ao fato dessa região concentrar uma fatia considerável da produção de grãos do estado, principalmente milho e soja. Nosso objetivo era capacitar os agricultores para adoção de técnicas que viabilizem mais eficiência no controle de pragas, evitando desperdícios de produtos, assim como contaminação do meio ambiente e de pessoas”, explicou a coordenadora de Inspeção Vegetal da Aged, Filomena Antonia de Carvalho.

No curso foram apresentados conceitos de Manejo Integrado de Pragas (MIP) e Tecnologias de aplicação de agrotóxicos por professores especializados da Universidade Federal de Viçosa (UFV), como Dr. Laércio Zambolim, Dr. Antônio Alberto e Dr. Miller Machado. De acordo com a Aged, os temas despertaram o interesse dos agricultores por tratar não só da aplicação de agrotóxicos, mas de práticas que minimizam a necessidade desses produtos.

“Esse terceiro treinamento teve como diferencial a participação significativa dos produtores de grãos da Região do Alto Parnaíba. Estava visível o interesse deles em assimilar as técnicas apresentadas. Essas ações demonstram a preocupação da Aged com o setor produtivo, no sentido de viabilizar conhecimento de novas técnicas e medidas aprovadas por pesquisas”, avalia Filomena.

Manejo Integrado

O manejo integrado de pragas (MIP) e doenças é uma estratégia de controle múltiplo de infestações, que pode ser feito por meio de insetos (controle biológico), retirada e queima da parte do vegetal afetada, adubação equilibrada, poda e raleio, entre outras. Ele é uma alternativa para diminuir o uso de agrotóxicos, cuja aplicação inadequada pode ser prejudicial à saúde pública e ao ambiente natural.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI