21/07/2017 12:29 pm

AGED e Sebrae firmam parceria para o Polo de Empreendedorismo Rural

O empreendedorismo vem sendo uma saída viável para o cenário nacional de crise e a valorização dos produtos locais, associada ao mesmo é o carro chefe do projeto do Polo de Empreendedorismo Rural da Baixada Maranhense, desenvolvido pelo Sebrae e a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) em parceria com diversos órgãos do Estado, dentre eles  a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged).

O Polo trabalhará com inovação e acesso aos mercados, na ocasião, o Superintendente do Sebrae, João Martins buscou a Aged com o objetivo de discutir as ações que serão  de atuação do órgão, visando dinamizar o projeto e definir resultados a serem alcançados.

A ideia do Polo em um primeiro momento é incrementar produtos que já são tradicionais da Baixada Maranhense, como o queijo de São Bento; a farinha biriba de Pinheiro; o mel de abelha nativa (tiúba), produzida em sete municípios da região; o abacaxi de Turiaçu e um produto que poderá ser comercializado como o bacalhau da Baixada, que é a jabiraca seca ou traíra seca, desidratada sem uma técnica de manejo, manipulação e armazenamento adequados. Serão criados, ainda, Selos de Classificação Geográfica e de Denominação de Origem para que os produtos possam ser reconhecidos pelo consumidor como advindos da região.

O órgão contribuirá com as ações de sanidade, que iniciam com o cadastramento de agricultores familiares, pescadores e comunidades tradicionais que trabalham na região, além do registro de agroindústrias familiares de produtos de origem animal e ações de educação sanitária.

Para o Presidente da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão, Sebastião Anchieta, “Essa parceria é de grande importância para o desenvolvimento da baixada maranhense, ao momento que passamos a valorizar e incrementar produtos tradicionais da região e o qualificamos e inspecionamos para ter acesso aos mercados contribuímos com os pequenos produtores, fortalecemos a economia e no estado e levamos produtos devidamente inspecionados a mesa do consumidor.” Ressaltou

Segundo a Diretora de Defesa e Inspeção Animal Viviane Correa “A Aged irá instituir grupos de trabalho para estabelecer a identidade e os requisitos mínimos de qualidade que deverão ser cumpridos pelos produtos: Queijo de São Bento, Jabiraca e Mel de Tiúba que serão produzidos no estado e destinados ao consumo humano.” Disse.

“Com mais conhecimento por parte de quem está no centro do processo e ferramentas de inovação e tecnologia, esses produtos ganharão um incremento na qualidade e valor de mercado que, certamente, darão um novo horizonte para a agricultura familiar e agronegócio na Baixada Maranhense. Ao Polo de Empreendedorismo Rural poderão ser agregadas outras atividades que são referência na região, como a piscicultura em Itans, onde os produtores já capacitados e desenvolvendo a atividade com muito sucesso podem ser multiplicadores de conhecimento para os demais”, sinalizou o diretor superintendente do Sebrae, João Martins.

 

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI