26/07/2017 11:27 am

AGED e APROSEM viabilizam parceria para criação de fundo de apoio a cultura da semente

Visando fortalecer a defesa vegetal do maranhão, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), por meio de sua Diretoria de Defesa e Inspeção Sanitária Vegetal, em parceria com a Associação dos Produtores de Sementes de Soja dos Estados do Matopiba (APROSEM), está propondo uma alteração na Lei nº 10.468/2016, que regulamenta a fiscalização do comércio de sementes e mudas de produção de grande escala, com o objetivo de viabilizar a criação de um fundo de apoio à atividade sementeira, com destaque para a região do MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), sendo que parte dos recursos poderá ser aplicada no custeio das ações de defesa sanitária vegetal.

De acordo com o fiscal estadual agropecuário Hamilton Cruz, Diretor de Defesa Vegetal em exercício, ‘’A legislação em vigor é um importante instrumento de regulamentação do comércio desses insumos e a atividade de fiscalização poderá ser mais bem executada com essa nova alternativa de aporte financeiro.”

O presidente da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged) Sebastião Anchieta frisou que “Tivemos uma reunião muito proveitosa, onde tratamos sobre a criação de um fundo voltado para o investimento em sementes e fortalecimento da defesa vegetal. Nós tivemos esse entendimento durante a Agrobalsas 2017 e já estamos em parceria trabalhando na legislação, buscando viabilizar este fundo para que ajude o serviço de defesa sanitária vegetal no estado.”

Para o Presidente da Associação dos Produtores de Sementes de Soja dos Estados do Matopiba(APROSEM), Ivanir Maia, “Essa reunião foi muito salutar ao nosso projeto pois envolveu todos os responsáveis pela defesa vegetal aqui da aged, onde discutimos os ajustes na legislação em busca de uma melhor aplicabilidade para as ações de fiscalização do comércio de mudas e sementes no Estado do Maranhão, visto que a proposta é justamente dinamizar o trabalho que já vem sendo realizado, lançando mão de uma fórmula exitosa que já vem sendo utilizada no Mato Grosso.”

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI