17/08/2017 12:09 pm

Governo realiza implementação da Instrução Normativa 62/2011 para comercialização de leite nos estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Estadual

A Instrução Normativa 62/2011 estabelece as normas para produção, identidade e qualidade dos leites tipo A, leite pasteurizado, cru refrigerado e do regulamento técnico da coleta e transporte a granel do leite cru refrigerado. Com base nisso, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED) visando garantir a qualidade dos leites comercializados nos estabelecimentos registrados pelo Serviço de Inspeção Estadual (SIE) promoveu uma reunião juntamente com a Secretaria de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Pesca (SAGRIMA) e a Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES).

A reunião teve por objetivo formar parcerias com as instituições públicas e o setor privado a fim de ratificar as competências para execução das ações em prol da melhoria da qualidade do leite e incremento do mercado interno, além da apresentação das normas técnicas referentes a IN 62 e realinhamento do cronograma de ações planejadas para 2017 junto á cadeia do leite visando fortalecer a produção de leite no Estado.

Com a recente publicação do Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (RIISPOA) em março deste ano as normas para a produção de leite em todo o Brasil estão alinhadas á Instrução Normativa 62, lembrando que não existem mais os leites tipo B e C, havendo a necessidade de adequação dos estabelecimentos registrados no SIE á essa realidade

A Fiscal Estadual Agropecuária, Alessandra Lima, responsável pelo setor de leite e derivados da AGED , ressalta que, “A Aged juntamente com a cadeia produtiva do leite estão realinhando as ações a fim de que possam ser atendidos, não somente os prazos estipulados na legislação, mas também aos requisitos de qualidade de forma a Incrementar a Cadeia produtiva do leite no Maranhão.”

O Coordenador de Inspeção Animal, Hugo Pires Filho, frisou que “A implementação da IN 62 é um dos projetos da coordenadoria de inspeção animal no qual estão programadas ações com órgãos parceiros para que possamos nos enquadrar tanto produtores quanto laticínios a essa realidade. O que trará modernização do setor produtivo de leite em nosso Estado.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI