AGED e ASCEM promoveram ciclo de palestras sobre a pecuária maranhense

13/05/2022

Por Suyane Scanssette
13/05/2022     09:18

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) e a Associação dos Criadores do Estado do Maranhão promoveram I Ciclo de Palestras sobre o Desenvolvimento da Pecuária no Maranhão, nessa semana, no auditório da FIEMA.

O objetivo do evento foi de debater sobre as vantagens no avanço do status sanitário de zona livre de febre aftosa sem vacinação para o agronegócio maranhense. A ideia ainda foi de discutir com os criadores e produtores, que participaram do evento presencialmente e virtualmente, as estratégias para fortalecer a vigilância epidemiológica após a retirada da vacina, os impactos da condição sanitária na pecuária do maranhão e se o estado pode fazer a retirada da imunização, avaliando as vantagens e os compromissos assumidos pelos diversos atores para um estado livre de aftosa sem vacinação. 

O presidente da AGED, Cauê Ávila Aragão reafirmou o compromisso do Estado em avançar o status sanitário do Estado para retirar a vacina, destacando a importância da pecuária no Maranhão. “Temos o segundo maior rebanho de bovídeos do Nordeste, com mais de 9 milhões e 700 mil cabeças de bovídeos e estamos trabalhando para fortalecer a pecuária em nosso Estado mantendo a sanidade dos nossos rebanhos”, destacou.

Participaram do evento, o secretário de Agricultura Jose Antônio Heluy, o presidente da Ascem, Ricardo Ataíde, o presidente do Sistema Faema/Senar, Raimundo Coelho, e outras autoridades, pecuaristas e servidores da AGED e demais membros da Ascem.