AGED fala sobre a prevenção e controle da brucelose no Estado

13/05/2022

Por Suyane Scanssette
13/05/2022     13:40

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão usou os meios de comunicação para falar da importância de prevenir e fazer o controle da brucelose no Estado. A brucelose é uma zoonose (pode ser transmitida aos seres humanos), causada por bactéria e que acomete diversas espécies de animais, principalmente os bovinos e bubalinos.

O fiscal estadual agropecuário, médico veterinário, Karlos Yuri Fernandes Pedrosa, explicou durante a sua entrevista a uma emissora de TV local que a brucelose pode ser transmitida ao homem por meio da carne mal assada ou cozida e pelo leite e seus derivados, como manteiga, iogurte, entre outros. “Estamos trabalhando para conscientizar a sociedade para adquirir produtos de origem animal de estabelecimentos inspecionados e registrados no Serviço de Inspeção Oficial para chegar com segurança e qualidade a mesa do consumidor”, informou.

Segundo Yuri, os produtores devem ficar atentos, pois a vacinação é obrigatória e deve regularizar a sua situação no escritório da AGED onde possui a propriedade cadastrada. Os produtores podem aproveitar o período de comprovação da vacinação contra febre aftosa para também comprovar a vacinação contra brucelose. 

A prevenção da brucelose é por meio da vacinação das fêmeas bovinas e bubalinas entre 3 a 8 meses de idade com a vacina B19. É realizada por um médico veterinário ou auxiliar cadastrado no Programa de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal-AGED/MA.  Após a vacinação o médico veterinário emite o Atestado de Vacinação e o criador comprova no escritório da AGED/MA.  A vacinação é uma das medidas de prevenção para que não haja a introdução da doença no rebanho.

A brucelose é considerada uma doença da esfera reprodutiva e um dos principais sinais clínicos nas fêmeas é o aborto, além do nascimento de crias fracas, repetição de cio e retenção de placenta. Nos machos pode ocasionar inflamação dos testículos e infertilidade. Os seres humanos quando acometidos da doença apresentam febre, suor, principalmente no período da noite e inflamação das articulações (joelhos e mãos).