6/07/2018 8:44 am

Sanidade de caprinos e ovinos (PNSCO)

Sanidade de ovinos e caprinos

Saiba mais!

Principais doenças:
Verminoses
A verminose é uma doença causada por helmintos ou vermes que vivem, principalmente, no abomaso (coalho) e intestinos dos animais, podendo atacar todo o rebanho. De todas as doenças de caprinos e ovinos a verminose é a que causa mais prejuízo aos criadores. Afeta praticamente todos os animais a campo, reduz o consumo de alimentos, afeta a digestão e a absorção de nutrientes; reduz a eficiência reprodutiva e consequentemente a produtividade do rebanho.
Sinais clínicos:
• Anemia (olho branco);
• Apatia e perda de peso;
• Pelos ásperos, arrepiados e sem brilho;
• Claudicação;
• Dificuldades reprodutivas;
• Edema mandibular (papo inchado);
• Queda na produção.

Slide1

 

https://tse3.mm.bing.net/th?id=OIP.KyUxeFlnJTYWG2QQOlOYNQHaFQ&pid=15.1&P=0&w=241&h=172

 

 

 

 

Artrite Encefalite Caprina – CAE

É uma doença infectocontagiosa. Causada por vírus, acomete caprinos em qualquer idade, ambos o sexo, raça e produção.

Sinais clínicos (mais frequentes):
• artrite (joelho grosso);
• mamite;
• pneumonia;
• nos animais jovens é mais comum sinais nervosos, como tremores, andar em circulo, cegueira, entre outros. Entretanto, muitos animais infectados permanecem assintomáticos.

 

Slide3

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Ynady Ferreira Costa

 

Slide2

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Ynady Ferreira Costa

 

 

Linfadenite Caseosa ou Mal-do-Caroço
A linfadenite caseosa é uma doença infectocontagiosa de caráter crônico que acomete principalmente ovinos e caprinos, causada pelo agente bacteriano Corynebacterium pseudotuberculosis.
Sinais clínicos:
Os sintomas clínicos se manifestam de duas formas: superficial e visceral
• Manifesta-se, clinicamente, pelo aparecimento de abscessos juntos aos gânglios superficiais.
• Os abscessos localizam-se, com mais freqüência, nos gânglios pré-escapulares (espátula) e parotídeos (pré-auricular), seguidos pelos gânglios pré-curais (flanco).
• Visceral: afeta os órgãos e/ou linfonodos internos.

 

 

Slide4

Slide5

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Laudeci Pires Melo Foto: Laudeci Pires Melo

Epididimite Infecciosa Ovina (Brucelose Ovina)

Processo infeccioso clínico ou subclínico e de tendência crônica, causada pela Brucella ovis, caracterizada por lesões genitais de epididimite nos machos e placentite nas fêmeas com raros casos de abortamento, alta mortalidade de recém nascidos e elevado índice de nascimentos com baixo peso.

Sinais Clínicos:

• Inflamação dos testículos e epidídimo (uni ou bilateral), facilmente palpável. É um procedimento de suspeição e somente confirmado com base em prova laboratorial direta (bacteriológica para isolamento) e indireta (sorológica).
• Nas fêmeas se observam abortamento e endometrite. Ressalta-se que o diagnóstico clínico é extremamente inespecífico devido a existência de muitas outras bactérias causadoras de epididimite, tais como, Actinobacillus seminis, Histophilus ovis.

Slide6

 

 

 

 

 

Foto: https://www.milkpoint.com.br/artigos/producao/epididimite-ovina-abra-os-olhos-1n.aspx
Maedi-Visna

Maedi-Visna é uma enfermidade causada por um lentivírus da família Retroviridae, sendo seu agente denominado vírus da Maedi-Visna (VMV), o qual apresenta grande semelhança com o vírus da artrite encefalite caprina (CAEV) É uma doença crônica que afeta pulmões e o Sistema Nervoso Central. O VMV afeta ovinos de qualquer idade, principalmente cordeiros, mas os sinais clínicos dificilmente são observados até os 03 anos de idade.
Sinais Clínicos:
• Dificuldade respiratória;
• Emagrecimento progressivo;
• Debilidade;
• podendo ainda apresentar a forma nervosa paralítica e vir a óbito.

Slide7

 

 

 

 

 

 

 

https://tse2.mm.bing.net/th?id=OIP.JlyM_FztouHCF_Bsr9eq_gHaFj&pid=15.1&P=0&w=235&h=177

Slide8

 

 

 

 

 

 

https://tse2.mm.bing.net/th?id=OIP.QYcWF7ID0fx9SNIJtCfAcAHaE4&pid=15.1&P=0&w=264&h=174

 

Scrapie
O scrapie, também conhecido como paraplexia enzoótica dos ovinos, é uma doença neurodegenerativa fatal que acomete o sistema nervoso de ruminantes, sendo mais comum em ovinos. Esta doença pertence ao grupo de encefalopatias espongiformes transmissíveis (EET), que apresenta como agente etiológico uma partícula protéica infectante conhecida como príon. Acometem ovinos de diferentes raças e ambos os sexos. Afeta principalmente animais entre 2 a 5 anos de idade, e raramente animais com menos de 18 meses de idade.
Sinais Clínicos:
• Prurido;
• Hiperexcitabilidade;
• Incoordenação motora;
• Caquexia;
• Paralisia;
• Movimento excessivo ou estresse ao manejo;
• O animal pode tremer ou cair em estado convulsivo.

Slide9
Foto: internet

Acesse os fomulários:

–> Formulário de vigilância epidemiológica em propriedade Rural

–> Formulário para cadastramento de estabelecimentos com criação de caprinos e ovinos no estado do Maranhão

 

 

 

 

 

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO - Portal desenvolvido e hospedado pela ATI